terça-feira, 1 de outubro de 2013

Ensaios de uma busca - parte 07

Um brainstorm sobre o quadro 2 do espetáculo MINHA CIDADE NATAL

Ande por todos os caminhos, ande sem rumo, simplesmente ande.
Você está onde nunca esteve e nunca estará, mesmo estando.
O fazer decorre da natureza morta que não há em você, você não sente, você não pensa, você não pode ficar aqui.
Sua recompensa está à frente, ande, ande e ande até que possa continuar andando.
É preciso haver um equilíbrio, sua vontade está posta, não sinta, não pense, pense vazio, não tenha... Todos nós temos obrigações... Não tenha para que continue não tendo.
Nada mais é do que a imagem bizarra que me diverte, me angustia... Você é a razão da minha vida...

Jéssica Leandro

Nenhum comentário:

Postar um comentário