sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Ensaios de uma busca - parte 10

Outro brainstorm do quadro 02... Muitos devaneios...

O cidadão comum perdido, como todos. O ócio delineia suas perguntas e a ausência de função o faz desintegrado do ambiente. Mas qual a função das funções? Manter todos ocupados? Por que suas perguntas não são sua função? Estariam elas num contra ritmo do que está sendo feito? Ele não pertence aquele lugar... Ou o lugar que não pertence mais a nenhum cidadão. O mundo vazio e inóspito. Costelas e coluna humana feitas de madeira , esqueléticas... Marrom escuro com camada esbranquiçada. A poeira da vida aos cupins que devoram o tempo. Abelhas grudam-se a ele... E movem-se. O sigilo dos ossos famintos. A sujeira... Do asfalto ou das pessoas? O tempo contado. A violência da segurança. Seguro pra quem? Seguram-se as pessoas... E então?

Bianca Nuche

Nenhum comentário:

Postar um comentário